Creme Doce de Arroz


O gosto de cozinhar,  de partilhar receitas e de aprender e querer saber coisas novas e diferentes, faz-me fazer parte de muitos grupos de receitas e de culinária, de comprar imensas revistas e livros, e de “navegar” por sites e blogues em buscas de ideias e inspirações. 
Gosto de coisas muito diferentes. Tanto posso estar a ver receitas vegetarianas ou vegan, como em blogues lindos e deliciosos só de bolos maravilhosos, como de sites de receitas de inspiração paleo, como em grupos de receitas de “donas de casa”  como eu. 
E há um desses grupos ao qual acho particular graça. Principalmente pela partilha completamente despretensiosa do almoço e do jantar de todos os dias, sem fotos bonitas, mas onde muitas vezes, e dessa forma tão simples, surge inspiração - entre todos - do que fazer para o almoço ou jantar. Mais ainda da entre-ajuda entre todos aos pedidos de receitas e do “o que faço eu com isto que tenho aqui a descongelar”. Por vezes há receitas que são fenómenos. Alguém faz, todos se “babam” e, de repente há um sem número de pessoas a repetirem a receita. O que faz com que outros também queiram experimentar. Para quem gosta de cozinhar, é quase impossível não ficar contaminado pela euforia, e não querer também fazer essas receitas.
A última de que me dei conta, foi este creme de arroz. Talvez por ser tão incrivelmente simples, houve imensos membros que repetiram a receita. Eu também me deixei levar por esse entusiasmo, e numa tarde chuvosa de fim de semana, achei que merecíamos uma sobremesa para o jantar, e lá tratei de preparar o famoso creme de arroz.
A receita trouxe-me muitas memórias. Lembrei-me da papa maisena que a minha avó me fazia - ou leite creme fingido como algumas pessoas lhe chamam. É semelhante, mas com o sabor do arroz. Imaginem uma espécie de arroz doce em creme....
A receita foi partilhada pela Titá, que me inspira muitas vezes, a par da Donna ou do Nigel, do Rui,  da Suzana, da Isabel, do Jamie, do Sá Pessoa ou da minha mãe.... Porque é maravilhoso sentirmo-nos inspirados por quem também gosta de cozinhar, que partilha com todos e o faz de forma natural e verdadeira e apenas porque sim. Adoro descobrir coisas novas e sentir-me com vontade de fazer uma receita, de experimentar uma coisa diferente ou de simplesmente inventar com o que tenho a partir de uma ideia. Um excelente fim de semana, com vontade de fazer uma receita nova. Esta, ou outra qualquer!

Ingredientes para 4 tacinhas:

500ml de leite
1 casquinha de limão
60g de farinha de arroz
100g de açúcar
canela q.b.

Preparação:

Leve o leite a aquecer juntamente com a casca de limão. Num tacho coloque o açúcar e a farinha de arroz e misture. Vá depois adicionando o leite quente, mexendo de modo a que não ganhe grumos.
Leve novamente ao lume, brando, e vá mexendo até engrossar e cobrir as costas da colher de pau. Retire do lume e coloque em tacinhas.
Polvilhe com canela e sirva morno ou já frio.


Bom Apetite!

8 comentários :

  1. Anónimo10:09

    Parece um regresso à infância!
    Lembra a tapioca que a minha fazia, e que costumo fazer de vez em quando (normalmente sem ovos, ficando uma espécie de leite creme meio "gelatinado").
    Confesso que comecei a consultar blogs de culinária quando comecei a procurar receitas de bolachas para ofertas de Natal num ano bestante complicado (2011).
    No entanto, o gosto de cozinhar e a vontade de cozinhar os ingredientes "corriqueiros" de todos os dias de forma diferente, levou-me a procurar receitas diferentes, e respetivos blogs (identificando-me com alguns, aprendendo a conhecer outros nos quais admiro o seu trabalho). Ao longo destes cerca de 6 anos, a biblioteca culinária multiplicou-se com livros novos e comprados em 2ª mão (os livrinhos da Vaqueiro e volumes da Teleculinária - ainda faltam alguns), desde os livros práticos de autores "desconhecidos" aos livros de autores conhecidos, com as suas várias temáticas.
    Mas é bom que hajam grupos de partilha de receitas, pois é uma forma de trocar dúvidas e experiências.
    Um bom fim de semana cheio de inspiração e experiências (se for o caso).

    Um grande beijinho,
    Sara Oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo10:12

      PS: onde se lê "bestante", deve-se ler "bastante". Os olhos pregaram uma partida!
      Sara Oliveira

      Eliminar
  2. Nunca fui fã de arroz doce, mas qd verifiquei q é usada farinha de arroz, fiquei já curiosa e quero fazer, talvez já p o próximo domingo :) Bjinhos e thanks pela partilha! Bom fds, de preferência no aconchego do lar!

    ResponderEliminar
  3. Marta Alves12:27

    Joana, qual é o grupo de que falou? eu gostava de ver... Obrigada e continue com os post's. :)

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:47

    Adoro arroz doce... vou experimentar!
    Mara Pereira

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:35

    Fiz ontem para um almoço de família. Receita muito fácil e rápida. Eu não comi por questões de saúde mas todos gostaram. Obrigada pela partilha.

    ResponderEliminar

Imprimir