sexta-feira, Junho 15, 2012

Bolo de Maçã e Mirtilos

Eu sou pelo que é português. Pelas laranjas do Algarve, da pêra rocha do oeste e dos laticinios do Açores. Pelos nossos enchidos e queijos. Procuro a origem da carne e do peixe que compro e opto, sempre que possível, por produtos de marcas portuguesas de qualidade. E já por algumas vezes deixei por comprar produtos (principalmente leite, legumes, frutas e carne) quando estes não são de origem portuguesa. Pode ser uma mania como outra qualquer, mas prefiro os produtos nacionais. Por todas as razões e mais algumas. Seja o incentivo à economia nacional, aos produtores portugueses ou apenas ao simples facto de consumir produtos que demoram menos tempo a chegar ao consumidor e que utilizam menos recursos logísticos e de transportes. Mas esta é apenas a minha opinião e a minha opção enquanto consumidora.
Tudo isto para dizer que, apesar de a receita de hoje ser de um dos meus livros favoritos e de uma das minhas chefs favorita (a australiana Donna Hay) que portanto de português não tem nada, é possível tornar este bolo um orgulho de produtos nacionais, com mirtilos de Sever do Vouga, maçã de Alcobaça, leite e manteiga dos Açores, ovos das galinhas da prima I. e açúcar e farinha de marcas nacionais. (E parece-me que fica bem falar de Portugal, e da satisfação pelo que é nosso, por outros motivos que não sejam só o futebol.)

Além disso tenho outra coisa para vos falar - e que também mete marcas portuguesas! A semana passada coloquei aqui uma receita de gelado de tiramisu, um desafio que me foi lançado pela Delta Cafés. Hoje falo-vos do passatempo que a Delta Cafés está a lançar na sua página de facebook, um desafio para todos e para o qual basta participar até dia 2 de Julho com uma receita original com café, e onde terão a possibilidade de  ganhar um cabaz cheio de produtos Delta. Para saberem mais, e como podem concorrer, vão à pagina do facebook da Delta Cafés ou cliquem aqui ou na imagem do passatempo que se encontra na barra lateral do blogue. Participem!

Ingredientes:
(in "fast, fresh, simple." - Donna Hay, pág. 169)

2 ovos
225g de farinha com fermento
165g de açúcar
125g de manteiga à temperatura ambiente
1 colher de chá de extrato de baunilha (opcional)
125ml de leite
125g de mirtilos (frescos ou congelados)
1 maçã
2 colheres de açúcar demerara para polvilhar

Preparação:

Numa taça coloque a farinha, o açúcar, a manteiga, a baunilha, os ovos e o leite e bata com a batedeira eletrica até obter uma mistura homogénea.
Coloque depois a mistura numa forma de mola previamente untada e forrada com papel vegetal. Por cima da massa do bolo disponha a maçã cortada em fatias finas assim como os mirtilos. Polvilhe com o açúcar demerada e leve ao forno previamente aquecido a 160ºC durante cerca de 50 minutos, ou até o bolo estar dourado e cozinhado.
Deixe arrefecer um pouco antes de desenformar para o prato de servir.

Bom Apetite!

18 comentários:

  1. Bom dia
    Que belo aspecto, e com a qualidade de produtos que usaste só pode estar divinal!

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente com a ideia de consumir produtos do país onde se encontra inserida.
    O bolo e maçã já é muito saboroso, com mirtilos está lindo e igualmente saboroso.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  3. Olá bom dia!! Concordo plenamente contigo também prefiro sem dúvida o que é português!!!
    Beijocas!!
    Ângela

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito da receita, tenho de experimentar :)

    ResponderEliminar
  5. Que aspecto!!! Muito lindo!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Tem um aspecto delicioso!
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Sua receita é bem saborosa. Bom final de semana.

    Um abraço, Fabiana.
    http://sabornoprato.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  8. Parece delicioso! Esta semana os mirtilhos de produção nacional estão a um preço muito convidativo no Lidl, tinha comprado para fazer queques, mas acabei de mudar de ideia.... Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. No q toca a comprar produtos (ainda por cima frescos, cm os q referes), concordo inteiramente ctg e tento fazer o mesmo sempre q possível. Tb já deixei de comprar fruta e legumes por ñ serem nacionais... Porém, já tive amigos/colegas a dizerem q compram o q é mais barato, independentemente da origem, mas eu já ñ penso assim, e às vezes a diferença no preço ñ é assim tão significativa.. E é cm dizes: qts dias demoram produtos estrangeiros (mm q venham num jacto!) a chegarem a Portugal e dps à loja?... Acho q devemos promover o q é nosso, ainda para mais sabendo q são produtos com bastante ou até mais qualidade q os outros... Gostei do bolinho! Ando a pensar comprar mirtilos e esta é uma boa ideia p lhes dar uso :) Bjinhos e bom fds.

    ResponderEliminar
  10. Um bolo que aparenta ser uma delicia! ;)

    ResponderEliminar
  11. http://meus-kitutes.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. Sou recém chegada ao mundo dos blogs e tal como a Joana partilho o gosto por aquela parte da casa que muita gente não dá a devida atenção... a cozinha!
    Não deixa de não ser curioso este seu post, porque a esta semana tinham-me lembrado de incentivar o consumo de produtos nacionais, exatamente pelas razões que refere: porque tem excelente qualidade, porque são nossos e porque a nossa economia precisa de quem os apregoe e que apele ao seu consumo.
    Acho que cada um de nós, Portugueses, tem o dever de, por onde nos movimentemos, incentivar ao consumo dos nossos produtos e, se calhar, aprender um pouco com outros povos que já há muito se deixaram de achar que somente o que é estrangeiro é que é bom...
    Curioso é também dizer que, por vezes, já deixou de comprar por não ser nosso. Olhe, comigo passa-se frequentemente o mesmo. Lembro-me, por exemplo, da fruta e de perguntar à Srª da frutaria se a fruta é de origem nacional.
    Parabéns pela ideia do post.
    Vou apregoar o mesmo no meu blog, para o qual lhe deixo o endereço
    http://dajaneladacozinha.blogspot.pt/
    Continue inspirada para nos inspirar também...

    ResponderEliminar
  13. adoro maça por isso este bolo esta perfeito adorei bjs b.d

    ResponderEliminar
  14. Olá, sou fiel seguidora do blog e também do "economia cá de casa"! Tenho uma dúvida sobre o extracto de baunilha... gostava de fazer em casa, mas todas as receitas são com vodka, por causa do seu sabor neutro, mas como é uma bebida mais tratada gostava de experimentar com aguardente... já pesquisei imenso, mas apesar de encontrar algumas experiências com aguardente e cachaça, não sei qual foi o resultado final... pode usar-se a aguardente para fazer o extracto? E qual a quantidade? A Joana podia fazer um post sobre este extracto... também é uma óptima prenda para englobar nos cabazes! :) Parabéns e continuação deste excelente trabalho! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Betamery,

      Pessoalmente prefiro o extrato feito com a vodka, mas creio que o resultado é semelhante se usar aguardente.
      Quanto ao pedido de fazer um post sobre o extrato de baunilha, este já existe no economia cá de casa, exactamente como prenda para colocar nos cabazes de natal.
      http://economiacadecasa.blogspot.pt/2009/11/uma-ideia-para-presentes-de-natal.html
      Espero ter ajudado,
      Joana

      Eliminar
    2. Obrigada Joana! Já tinha pesquisado no blog, mas escrevi "extracto" e não "extrato", por isso não me apareceu nada :)

      Pensei em usar aguardente, porque herdei do meu avô várias aguardentes, velhas, velhissimas e bagaço... não gosto de beber este tipo de bebidas e não as quero vender, é uma questão sentimental... e por isso gostava de as ir usando em cozinha... normalmente uso nos sonhos de abóbora e pouco mais... vou então usar no extrato e também na sua receita de licor de canela!
      Obrigada mais uma vez! Beijinhos

      Eliminar

Poderá também gostar de:

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin